[ editar artigo]

e-book Segredos do Chef. Obesidade - Cuidar de todas as formas.

e-book Segredos do Chef. Obesidade - Cuidar de todas as formas.

 

Em março do presente ano, 2021, a ABESO em parceria com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e com o apoio da World Obesity Federation criadora da campanha Every body needs everybody lançou vários materiais riquíssimos em informações úteis e primorosos no quesito beleza.

 

No Brasil a campanha correspondente é “Cuidar de Todas as Formas” e em prol dela é que esses materiais foram lançados, todos respaldados por sociedades médicas de renome e em plena consonância com o nosso Guia Alimentar da População Brasileira.

 

Hoje falaremos sobre o e-book Segredos do Chef. Nele uma série de chefs foram convidados para dar sugestões que ajudassem a inspirar qualquer pessoa com qualquer nível de habilidades na cozinha a aumentar o seu consumo de alimentos in natura e minimamente processados como frutas, legumes e verduras de forma saborosa e diversificada.

 

Ele é dividido no que se pode chamar de 7 capítulos.

*O primeiro é intitulado “Para consumir mais salada” e nele são dadas dicas como:

 

** Texturas - se atentar as diferenças de texturas na hora de compor uma salada, afinal mesmo quando a preparação não é salada, quem gosta de um prato todo pastoso, ou todo só crocante? Fica monótono, concorda? Então com salada não seria diferente.

** Molhos – no material é referido que temperar sempre, todos os dias, as saladas de forma igual vai realmente deixar ela um prato enfadonho, então são dadas duas sugestões de molhos.

** Diferencie utilizando frutas – que tal sair do tradicional limão e tentar uma outra fruta cítrica como laranja, limão siciliano, maracujá ou ate outras frutas mesmo como lascas de melancia, cubinhos de manga, fatias de melão, uvas ou outras que você gostar?

 

* O segundo é “Faça receitas salgadas com frutas”. Sim! É sugerido que se use frutas como ingredientes de pratos principais, de acompanhamentos, inclusive eles dão uma receita de Tartar de Banana, ou como petiscos e nesse caso sugerem o uso da manga verde picadinha temperada com sal, limão e pimenta.

 

* O terceiro é “Para comer mais vegetais”

** Orientam se passar a assar os vegetais no lugar de cozinhar em água para os ter com frequência em mãos prontos só esperando ser reaquecidos na geladeira, inclusive para os utilizar para preparar purês, assim uma preparação tão comum como essa, ficará com um sabor mais intenso e mais nutritivo.

** Aflore a sua criatividade com preparações novas e sugerem utilizar a beterraba em receitas de muffin por exemplo. Ainda orientam que quando não gostamos de determinados alimentos, precisamos de persistência para percorrer o caminho Se acostumar - Tolerar – Passar a gostar.

 

* Na hora do arroz com feijão

** Nesse tópico é ensinado o básico da cozinha brasileira, a fazer um bom arroz e um bom feijão. Ainda ensinam a fazer legumes glaceados, ovos “fritos”(entre aspas, pois se usa somente um fio de óleo) e um creme de coentro.

** Assim como também chamam a atenção a olhar o mesmo ingrediente de formas diferentes e criativas. Como assim? Por exemplo, o feijão não precisa ser sempre o tradicional feijão em caldo. Com ele podemos fazer bolinhos assados, pirão, tutu e até salada! Já o arroz, na hora da refoga da cebola/alho ou o que você costuma usar, você pode adicionar um legume ou uma folha diferente e existem tantas que até você usar todas, você já passou semanas variando o seu arroz. E ainda trazem uma receita de Bolo Doce de Arroz, uma receita tradicional e apreciada no Mato Grosso.

 

* Para empanar com menos óleo

**Aqui eles sugerem preparar os empanados na grelha ou no forno ou dourar em frigideira com um fio de azeite.

**E ainda sugerem o uso de farinhas diferentes para empanar para variar tanto por questão de sabor quanto por questão de variabilidade de nutrientes

 

* Ao comprar pescados

** Orientam a não ter medo de comprar peixes congelados, por pensar que eles podem ser sem gosto, pois uma boa temperada resolve! E se possível realizar a compra de pescados em feiras e peixarias e a formar relações mais intimistas com o peixeiro.

 

* Outros segredos

** A sugestão de fazer compotas com menos açúcar utilizando frutas mais maduras, pois como são mais doces, o açúcar passa a ser menos necessário. Inclusive quando você quiser usar uma fruta ácida, experimentar usar uma fruta bem docinha junto, como por exemplo maracujá com manga.

** Trazem a tona a aposta nos ingredientes orgânicos e trazem uma receita de Ensopado Baiano de vegetais.

** Traz atenção a importância dos momentos de refeição e ao comportamento beliscador, orientando que vale sentar até para comer umas rodelas de cenoura. E traz dicas de como facilitar a preparação de sucos verdes.

** lembram que a nossa cozinha de origem é a cozinha indígena, portanto usemos com orgulho os seus ingredientes como cuscuz, mandioca em todas as suas formas, minimamente processada como cozida, assada, ou como farinha seja naquela bem fininha branca, seja como a torrada, como polvilho, beiju, seja no salgado ou no doce.

** E por último sugerem como receita um pudim de chia, que consiste em simplesmente misturar chia a leite ou iogurte ou a uma bebida vegetal como os “leites vegetais” e um tofu mexido como sugestão substitutiva ao ovo mexido tão comum no café da manhã.

 

Fonte:

ABESO (São Paulo). Segredos do Chef: obesidade cuidar de todas as formas. Obesidade Cuidar de todas as formas. 2021. Elaborada em parceria com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e com o apoio da World Obesity Federation. Disponível em: https://abeso.org.br/wp-content/uploads/2021/03/Segredos-de-Chef.pdf. Acesso em: 28 maio 2021.

 

Academia da Nutrição
Academia da Nutrição
Academia da Nutrição Seguir

Queremos DESCOMPLICAR a ciência da nutrição. Dar voz aos profissionais de saúde e abrir diálogo com todos envolvidos, incluindo marcas e produtos. Plataforma exclusiva para nutricionistas e estudantes da área. É DE GRAÇA E SEMPRE VAI SER.

Ler conteúdo completo
Indicados para você